Follow by Email

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Não dá para entender estas escalações do Cruzeiro. Assim entra para perder

                             Lucca, de pênalti, fez o gol da Ponte Preta

O jogo contra a Ponte Preta hoje (22-06), no Moisés Lucarelli, em Campinas, começou frio para o Cruzeiro, também para a Macaca, mas especialmente para os mineiros, com uma escalação que ninguém imaginava. Nem alguns jogadores que foram titulares. O final foi terrível: gelado para os celestes, com outro resultado desastroso e mais uma derrota no Campeonato Brasileiro (a quarta), por 1 a 0. A Ponte segue com 100% de aproveitamento em casa, enquanto o Cruzeiro fica com a missão de recuperar no próximo domingo, diante do Coritiba, no Mineirão, para não se complicar ainda mais.

Fui a Toca da Raposa recentemente e perguntei porque tantas mudanças na equipe, desde o começo da temporada e ouvi, de mais de uma pessoa, a seguinte afirmação: "Aqui, com dor, não se joga". O resultado tem sido desastroso. O time não ganha um padrão e vai perdendo os jogos e a confiança. Não recupera os pontos e o pior: os jogadores acabam lesionados. Esta semana, ainda há a desculpa de que houve o esforço exagerado diante do Grêmio (3 a 3) na segunda feira.  Bato sempre na mesma tecla: é desgaste também para as demais equipes, com o mesmo número de jogos, viagens, lesões, suspensões, etc. É preciso arranjar uma outra desculpa. Admitir que as coisas não vão bem e mudar.

O jogo foi terrível hoje em Campinas. Um peladão e a estreia de Sassá. Bom apenas para a Ponte que fez mais três pontos e no domingo recebe o Palmeiras, com chances de manter a invencibilidade em seus domínios. 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Galo empata com o Sport no Horto e agora precisa recuperar 10 pontos como visitante

A cada rodada, o Atlético-MG vai distanciando das primeiras colocações do Campeonato Brasileiro e mostra que não terá condições de disputar as primeiras colocações com este futebol. Depois do empate por 2 a 2 com o Sport hoje (21-06), no Horto, agora necessita recuperar, como visitante, dez pontos que deixou de fazer em casa nas derrotas para o Fluminense e Alético-PR e nos empates contra Ponte Preta e Sport. A torcida está decepcionada e manifestou com vaias após o apito final do árbitro.

O Galo não conseguiu derrubar o Sport (que conquistou o primeiro ponto como visitante) porque deixou muitos buracos na defesa e ainda os defensores ficaram sem poder de decisão, permitindo que os pernambucanos abrissem a porta sem maiores dificuldades. Não precisavam fazer fora. Poderiam até ter feito mais gols.

O outro problema do Galo foi ofensivo. Continua insistindo com as bolas cruzadas (é o time que usou mais esta jogada no Brasileiro) e sendo pouco feliz. Hoje apenas no cruzamento preciso de Cazares para Fred fazer o segundo gol. Alguns jogadores estão jogando bem abaixo do desejado. Um deles é Elias. Quando se usa Otero para cobrar faltas e decidir como a salvação, fica claro que o time não está preparado para ser vencedor.

O Atlético disputou 27 pontos e ganhou apenas dez. 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Jogão e o placar final fez justiça: 3 a 3 Cruzeiro e Grêmio

A defesa celeste teve dificuldades com o ataque do Grêmio, o mais positivo do Brasileiro, com 21 gols.

Para muitos, como o comentarista do Sportv, Ricardo Rocha, que foi um grande zagueiro, este pode ser apontado como o melhor jogo do Campeonato Brasileiro. O empate por 3 a 3 entre Cruzeiro e Grêmio hoje (19-06), no Mineirão foi realmente um espetáculo para preencher as expectativas. Não chego a tanto de garantir que foi o melhor do Brasileiro. Sacramento como um jogaço, um dos melhores do ano, com os times se expondo, procurando o gol e o privilegiado foi o torcedor que viu seis gols e um futebol de qualidade. 

O Cruzeiro está crescendo. Mesmo na derrota por 1 a 0 diante do Corinthians, já havia mostrado evolução. Hoje comprovou. E o Grêmio fez o que todo torcedor esperava: uma exibição dentro de sua capacidade, com muito toque de bola, presença no campo do adversário e precisão nas finalizações. Esteve três vezes em vantagem. Fábio, mais uma vez, foi o mais exigido do setor defensivo celeste.

Uma pena que foram apenas 90 minutos e sabemos que futebol desta qualidade será difícil ver em todas as rodadas.

Na oitava rodada, apenas o Vasco (1 a 0 no Avaí) foi o vencedor como mandante.

domingo, 18 de junho de 2017

Rafael Moura alivia para o Galo: 2 a 1 no São Paulo


Marcello Zambrana/AGIF
Rafael Moura aproveita mais uma oportunidade no lugar de Fred e faz o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Tricolor


Depois de duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro e outras jornadas em que foi pouco produtivo, o Atlético-MG fez 2 a 1 no São Paulo hoje (18-06), no Morumbi e conseguiu a reabilitação no Campeonato Brasileiro. Agora são duas vitórias e três derrotas. O torcedor respirou aliviado, mas a verdade é que o futebol está longe dos sonhos do torcedor atleticano. Ele deseja ver o time disputando o título e pelo que tem apresentado, falta muito (ou tudo) para acreditar que o objetivo pode ser alcançado.

Está claro que há muitos outros bem a frente do Galo. O time hoje foi apenas muito mais participativo e brigou pelo bola, diante de um São Paulo apático e que ficou esperando um arranjo individual para chegar à vitória. Não veio e conheceu mais uma derrota (a quarta), o que prejudica ainda mais o trabalho de Rogério Ceni. Se continuar desta forma, seguramente não vai resistir. Já Roger Machado, no Galo, escapou de uma pressão maior. Fica claro que ainda não está livre de uma queda. Tem de mostrar muito mais trabalho.

A jornada foi vitoriosa graças principalmente ao talento de Cazares. Joga muito e ainda ao oportunismo de Rafael Moura. Ele sabe decidir.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Cruzeiro melhora sua postura, mas o Corinthians segue absoluto

Balbuena fez o gol da vitória corintiana. São 20 jogos de invencibilidade

A sétima rodada do Campeonato Brasileiro será concluída hoje(15-06) , com mais dois jogos e mostra um quadro nada animador para o futebol mineiro. São 28 jogos das Séries A e B, com apenas três vitórias (duas do América e uma do Boa Esporte) e mais as quatro alcançadas pelo Cruzeiro (três) e uma do Atlético-MG. Um desastre, exceto para o Cruzeiro. 

Os mineiros não imaginavam um início tão complicado. Um dos piores da história, mostrando que o Campeonato Estadual não serve como base para nada. Pura ilusão acreditar que um bom desempenho na competição mineira é a garantia de segurança para a disputa Nacional. O quadro é terrível, especialmente para Galo e Boa Esporte. Aproveitamento ridículo.

Na noite de ontem, o Cruzeiro fez um bom segundo tempo, mas não conseguiu tirar a vantagem do Corinthians, que venceu por 1 a 0. Cada time dominou uma etapa. Tivemos novamente uma noite muito segura do goleiro Fábio e por outro lado Ábila perdendo um gol incrível. O Cruzeiro melhorou sua postura. Contudo diante do líder foi pouco. Teria de ter sido com um futebol mais intensivo para pelo menos conseguir o empate.

Repetiu-se o quadro das duas equipes no Brasileiro: o Cruzeiro irregular, tentando acertar e o Corinthians firme, distanciando na ponta, com justiça, dos demais participantes. Méritos para seu futebol simples e objetivo. Jogam todos praticamente no mesmo nível e dedicação, enquanto nos demais (até o Grêmio) observamos jogadores que pouco ajudam no futebol coletivo. Assim fica impossível vencer sempre e brigar na parte de cima da tabela.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Difícil acreditar o que está acontecendo com o Galo

Mais um vexame do Atlético-MG ao ser derrotado pelo Atlético-PR por 1 a 0 hoje (14-06), no   Independência, terceira derrota do time no Campeonato Brasileiro e ressuscitando mais um que não havia vencido. O Furacão ficou apenas defendendo e no final aproveitou o erro de Felipe Santana para conseguir a vitória. Foi um desastre.Os atleticanos não esperavam mais uma jornada para sacramentar que tem muita coisa para mudar. Do jeito que vai, com certeza,  será  humilhado na Libertadores e também na Copa do Brasil. Falar hoje em Campeonato Brasileiro é ter um pesadelo.,

Futebol o Atlético não jogou, porque faltou a conclusão para fazer os gols. Está tudo errado. Faltam harmonia e também confiança. Roger Machado, mesmo os jogadores dizendo que ele é o menos culpado por tudo, subiu na gangorra é agora já é difícil garantir que ele continua até domingo, quando o Galo vai enfrentar o São Paulo, no Morumbi,

Só para lembrar aqueles que me acompanham, a diretoria não pagou ainda a premiação pela conquista do Campeonato Mineiro e nem pelo primeiro lugar na fase de Grupos da Copa Libertadores. E nem deu satisfação aos jogadores. A promessa era de que o dinheiro estaria na conta até o último dia do mês de maio. O ambiente não está bom. Decepcionante dentro de campo e de desconfiança entre jogadores e dirigentes.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Diretoria do Galo promete e não cumpre. Jogadores decepcionados

Resultado de imagem para imagens jogadores do atlético-mg no centro do gramado cidade do galo
Jogadores querem que os compromissos sejam honrados pelos dirigentes atleticanos

Quando um time não corresponde dentro de campo, as criticas são naturais. Se os resultados negativos são diante de equipes infinitamente inferiores, as cobranças aumentam e a preocupação (não só dos dirigentes) é saber quais são as origens do fracasso. É o que está acontecendo no momento com o Atlético-MG. A torcida  em pé de guerra com a diretoria, jogadores e o técnico. O time perdeu para o Vitória por 2 a 0, no último domingo, ressuscitando o adversário no Campeonato Brasileiro (era o lanterna e lutava pela primeira vitória) e amanhã, diante do Atlético-PR,  corre novamente perigo, contra uma equipe que não venceu e agora é a dona da lanterna.

Nas redes sociais encontramos de tudo. Vídeos mostrando a pouca aplicação de alguns jogadores, como de Rafael Carioca, no último domingo, no Barradão. Caminhando em alguns momentos, depois de perder a bola. Alguns torcedores estão revoltados com  o comportamento do jogador. Outros, dizendo que é uma perseguição. As criticas são as mais variadas. Uma grande parte destaca que há um boicote para derrubar o técnico Roger Machado.

A verdade é que a diretoria não cumpriu o prometido, de pagar em maio, a premiação pela conquista do Campeonato Mineiro, em torno de R$30 mil para cada jogador e pelo primeiro lugar na fase de Grupos da Copa Libertadores (R$50 mil).  Não houve até agora nenhuma explicação pelo não cumprimento. Há uma insatisfação. Os jogadores estão decepcionados para não dizer revoltados. Fundamentalmente porque é um grupo de profissionais e a diretoria deveria ter se manifestado. E não ficar falando em construção de estádio, como alguns destacam. Se está sobrando dinheiro, argumentam, então que sejam honrados os compromissos com seus trabalhadores.

Os jogadores afirmam que estão fechados com Roger Machado. Em hipótese alguma, independente dos resultados, querem sua saída. Não desejam que a instituição seja prejudicada em sua imagem (todo mundo fica sabendo o que está ocorrendo) e as versões algumas fantasiosas, que se tornam verdades na boca do povo, prejudicando profissionais, correndo-se o risco de em breve ser colocada na boca de um dos jogadores, uma das fábulas do futebol. A frase de Vampeta na época jogador do Flamengo: "Finge que paga e eu finjo que jogo".

Uma ressalva: o salário no Clube Atlético Mineiro está em dia para todos os funcionários.

Comentários
Foram estes os comentários sobre a postagem
  1. Jogadores que ganham em média 300.000 mensais estão decepcionados pelo não pagamento de uma premiação de 80.000 e com o salário todo em dia????? Aaahhh fala sério né? Não acredito ser esse o motivo, me desculpe.
  2. Esse é o cara que cravou Tardelli no início do ano? Tá bom então! Super confiável
    ResponderExcluir
  3. Ridículo o que está fazendo meu caro, premiação não tem data para ser quitada, salário sim e está em dia. Financeiramente ninguém ali tem o que reclamar.
    ResponderExcluir
  4. Este suposto Jornalista é Maria! Ta querendo afundar ainda mais o Galo!
    ResponderExcluir
  5. Este cara não é confiável... sempre plantando uma informação fake!
    ResponderExcluir
  6. Esse aí é o mesmo que cravou tardelli no galo umas 20 vezes depois de 2014.
    ResponderExcluir
  7. Vei de onde vc tirou a ideia de escrever essa porcaria ? Reporter, jornalista, caralho a 4 que vc for, só tá noticiando de forma MARRON, se liga cara, se nao tem nada que presta pra escrever nao escreve.
    ResponderExcluir
  8. Quem dá moral pra esse pseudojornalista?
    ResponderExcluir
    1. Você é um formador de opinião Melane, tem várias pessoas que acompanha suas notícias, não é o meu caso,então em respeito ao seu público você deve tomar cuidado com que notícia, tem que ter certeza do que pública, Você ta faltando com respeito com o seu público e com o Clube Atlético MG.
  • Respostas
    1. Perdeu tempo lendo a matéria
      Excluir
    1. Isso é a coisa mais normal no futebol. Normalmente, os prêmios são pagos um tempo depois. Jogador está cançado dee saber que não se paga imediatamente.
    2. Melane sua trajetória e história provam que estes mesmos que o criticam po realmente expor a real situação do clube, muitas vezes ficaram felizes com outros furos, jornalista vive de fontes de informações dentro dos clubes muitas vezes conselheiros ou diretores que não concorda atitudes do presidente, agora acorda o time só pegou babá até agora é não mostrou nada está é a realidade nua e crua, Salve Melane
      ResponderExcluir
    3. Essa informação já foi desmentida no 98 futebol clube. Sempre aparece um pseudo jornalista Maria Trëmëdëira querendo dar o furo. Kkkkkkk
      ResponderExcluir
    4. Esse Melane é cruzeirense...ele quer ver o circo pegando fogo pelo lado do Galo. Então não se deve dar muito crédito ao que ele fala ou escreve. Pode ser verdade ou não.
      ResponderExcluir
    5. Uma coisa é certa: temos que ter cuidado com o que lemos e com o que publicamos. A melhor saída é fazer uma média dessas duas realidades. Pode Melane ter suas razões pelo que o time vem apresentando. Podemos ter razão em criticar os que exageram nessas notícias. Vamos verificar quem tem razão depois do jogo de amanhã.
      ResponderExcluir
    6. Uma coisa é certa: temos que ter cuidado com o que lemos e com o que publicamos. A melhor saída é fazer uma média dessas duas realidades. Pode Melane ter suas razões pelo que o time vem apresentando. Podemos ter razão em criticar os que exageram nessas notícias. Vamos verificar quem tem razão depois do jogo de amanhã.
      ResponderExcluir
    7. Uma coisa é certa: temos que ter cuidado com o que lemos e com o que publicamos. A melhor saída é fazer uma média dessas duas realidades. Pode Melane ter suas razões pelo que o time vem apresentando. Podemos ter razão em criticar os que exageram nessas notícias. Vamos verificar quem tem razão depois do jogo de amanhã.
      ResponderExcluir